Em todos esses anos de indústria vital

Eu já fiz sapateado e yoga. Um pouco de circo e de muay thai. Algumas aulas de balé. Jazz e suas vertentes. Musculação? Zumba? Jump? Spinning? Step? (saudades dessas aulas antigas!) Natação? Sim, sim, sim, sim e sim. E sim. Fiz até o que parecia ser um pouco de vôlei no colégio (embora nunca tenha gostado muito de esporte em equipe).  Também já experimentei pilates. Já fiz 1 ano de YMCA e seus exercícios clássicos de ginástica. Quando adolescente meu sonho chegou a ser cursar educação física, época em que fazia uma ginástica sensacional com um professor bem  sargento, cheio dos pesos e circuitos. Também já passei um final de semana sem parar sequer para tomar banho carregando tábuas e martelando pregos em comunidades (saudades, Teto!).

(sim, amiguinhos, essas bochechas aqui só existem por motivos de AMO COMER).

Mas NUNCA, NUNCA EM TODA A MINHA HISTÓRIA, tive tantas dores quanto estou sentindo nesse exato momento depois de UMA MÍSERA AULA EXPERIMENTAL DE CROSSFIT.

Sabe dor de não conseguir dormir? E de procurar o dorflex na sua caixa de remédios, no meio da madrugada, só pra descobrir que você não tem dorflex em casa porque nunca teve esse tipo de problemas? E de falar “ah, paciência” e jogar um rivotril pra dormir querendo ou não, com dores ou não?

Eu não sabia.

O tempo dirá se encontrei o esporte que me ganhou ou o que ganhou de mim. :O

baby-gym-0071

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Proudly powered by WordPress
Theme: Esquire by Matthew Buchanan.