Sobre escrever e ouvir

abandoned-piano

Engraçado que uso muito música no ouvido enquanto escrevo no trabalho “normal”do dia a dia. Mas na hora de escrever meu livro, costumo fazer isso no silêncio. Exceto em uma parte, que é a parte do meu livro que comecei mesmo agora: a parte mais “do mal” dele.

É, é que meu livro tem uma parte mais ou menos do bem e uma mais ou menos do mal. A parte do bem vai que vai sem trilha – acho que é pra eu conseguir ouvir meu euuuuuu profundo melhor. Já a do mal parece que flui melhor com a música certa. Parece que ela pede um certo clima pra ser escrita de forma sincera. Hoje, por exemplo, ela foi escrita ao som de Andrew Bird, que achei que combina com o cenário que imagino para essas cenas mais pam pam pans.

Uns exemplos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Proudly powered by WordPress
Theme: Esquire by Matthew Buchanan.