o oráculo

Sabe quando bate aquela dúvida sobre o processo criativo? Pergunte a quem entende. Os ilustradores Ben Barry e Frank Chimero fizeram o Questionable Characters, um site onde eles respondem questionamentos diversos, à sua maneira. Vale acompanhar!

 

como vão suas antenas?

Aí o cara chega na entrevista de emprego, ou me manda um currículo, e precisa de um lugarcomum desesperado pra se promover. E lança mão daquele lá, do seu, do meu e do nosso “eu sou uma pessoa muito antenada”. Aí eu engulo em seco. Amigo. Vamos conversar. No que você anda antenado? No que está saindo de novo na sua lista do Google Reader? Na TV? Nos últimos livros de social media? Nos assuntos do happy hour dos seus amigos publicitários? O problema das antenas é que elas costumam pegar frequências limitadas.

Nós que trabalhamos com criação (e até o operário mais operário tem a obrigação de trabalhar com criação) temos a felicidade de ter que expandir a atuação dessas antenas e atuar mais wirelessmente. E onde encontrar conexões fechadas (quase todas são), tentar descobrir a senha.

Enquanto continuarmos antenados com a próxima rede social do momento, não seremos nós a criar a próxima rede social do momento. E a próxima rede social do momento está em algum lugar entre seu amigo dentista, seu almoço num boteco do Tatuapé e seu avô judeu.

E tem mais: antena é tããão 1990.

(esse post é uma releitura de um post até meio antigo feito pelo @pitchu, que sempre tem bons pontos)

Gente como o Seth Godin e o Hugh McLeod me incentivou a ressuscitar o Palitos. Espero que ele volte a me ajudar na hora que o interruptor da lampadinha desaparece (em algum momento ele não desaparece?).

Proudly powered by WordPress
Theme: Esquire by Matthew Buchanan.