tome nota.

uma pessoa prevenida deve andar com bloquinhos de anotação no bolso, e deixá-los espalhados pela casa. Porque vai saber quando você vai sair com uma idéia nova.

Foi pra anotar essas repentinas fanfarronices cerebrais que comprei um bloquinho cuja ilustração da capa lembra muito o que imagino pro meu livro.

Claro que, com as constantes trocas de bolsas feminina, quando preciso, ele sempre ficou em casa, dentro da bolsa errada.

Ontem minha mãe fez uma limpeza num móvel na casa dela e encontrou um caderno daqueles de cartografia (com folha de seda folha sim folha não, aquele luxo), onde descobriu, entre um mapa e outro, várias anotações minhas sobre o taldoditocujo livro.

O difícil é entender, tempos depois, o que eu quis dizer com notas como

“passa 1 tempo: vagalumes, descrição”

ou ainda com

“discurso iluminista”

nota mental: 1. deixar minhas notas mais claras. 2. coração – papel picado, torradas 374.

2 thoughts on “tome nota.

  1. hauhauhuha….
    E eu sabia q devia ter colocado um boloquinho de anotação na sua caixa de presente. Não coloquei? O papelzinho onde anotei isso deve ter se perdido.
    Uma coisa a se considerar ao usar bloquinhos vários é que vc nunca sabe em qual anotou o q, e fica uma maçaroca só de lista de compras, número de ônibus, telefones, lista de afazeres,…

  2. eh… eu tinha um…..
    soh q era bem pequeno pra caber no meu bolso, e acabava sempre rasgando as folhas sem querer, e com o tempo virava uma zona… eram mtos pensamentos perdidos…

    sem contar q minhas economias se foram todas em canetas… acho q perdi umas 73…. ah nao, lembrei q uma delas eu encontrei… 72!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Proudly powered by WordPress
Theme: Esquire by Matthew Buchanan.